Menu Busca
  1. Home
  2. Sobre a Setin
  3. Imprensa

Canteiros de obras. Mas também de estudos e de artes

Publicado em 2 de Outubro de 2011 Voltar

Construtoras e incorporadoras investem na formação dos seus operários e ganham com aumento de produtividade e dedicação

 
 João Mayeski, tem 45 anos e deixou o sul do País para ganhar a vida em São Paulo, trazendo na bagagem o sonho de ser engenheiro.
 Ele começou a vida profissional como office boy, na+ construtora Cyrela Brazil Realty, e só concluiu o segundo grau porque a empresa pagou o supletivo.
 Hoje, é mestre de obras e está no oitavo semestre da faculdade de engenharia civil.Julivan Reis Mayeski , seu filho, tem 20 anos e participou do projeto "Construindo Profissionais", implantado pela Cyrela em 2008, em parceria como Senai. Seu objetivo é formar técnicos eletricistas e encanadores e destina-se a familiares dos operários.
 "A empresa fornece bolsa para transporte e alimentação, compra o material e paga o curso", conta Aron Zylberman,diretor executivo do Instituto Cyrela.
 Ao concluir o curso de eletricista, Julivan foi contratado pela empresa e agora está na faculdade.
 "Estou no segundo semestre de engenharia. É bem legal ter meu pai estudando também, um ajuda e motiva o outro. No futuro, espero crescer na profissão, ganhar experiência e um dia ter minha empresa." Valdemir França da Silva, de 49 anos, nasceu em Itaitê, na Bahia, e está em São Paulo há 14 anos. Ele faz parte de um grupo de 1.044 operários que foram alfabetizados pelo programa "Construindo Pessoas", lançado pela Cyrela em 2000 e que atingiu operários de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Maranhão.
 Liberdade. "Aprender a ler e escrever mudou tudo na minha vida.
 Sem estudo nunca seria promovido.
 Hoje, sou encarregado de carpintaria e vou continuar estudando", conta.
 Pai de duas filhas,uma formada em pedagogia e outra cursando biologia, Silva diz que ganhou independência "Antes, eu tinha de pedir tudo para elas, hoje faço minhas coisas sozinho, como cuidar da conta bancária." Esses exemplos mostram que a responsabilidade social está ganhando espaço e mudando o dia adia nos canteiros de construtoras que decidiram investir na formação de seus operários.
 Montar salas de aula justamente em seus nos canteiros, foi a solução encontrada pela Cyrela para erradicar o analfabetismo entre seus operários.
 Já quem visitara sobras do empreendimento Casa das Caldeiras, da construtora Toledo Ferrari, em parceria com as incorporadoras Helbor e Setin, pode ser surpreendido por um ateliê de arte montado em pleno canteiro.
 A iniciativa faz parte do projeto Mestres da Obra, que promove aulas semanais de pintura, cinema, xilogravura, fotografia, história da arte e visitas a museu.
 Depois da introdução ao universo artístico, os operários são estimulados a criar obras de arte com resíduos do próprio canteiro.
 As aulas de arte são ministradas por profissionais da Associação Mestres da Obra, e visam ao desenvolvimento humano dos operários da construção civil.
 Sensibilidade. "O principal atributo do projeto é a transformação da percepção de nossos profissionais", diz Cid Ferrari Filho, da Toledo Ferrari. "As aulas despertam consciência e sensibilidade e os operários passam a mexer com os materiais do dia a dia com um olhar diferente,reduzindo o desperdício e os entulhos." "Ao conhecer o projeto, fiquei entusiasmado nos primeiros minutos da exposição, porque ele mexe com a alma dos operários", conta Antonio Setin, que mantém parceria com a Associação Mestres da Obra desde 2005.
 Setin conta que ouviu depoimentos marcantes e que as brigas e insubordinação diminuíram, assim como as faltas ao trabalho, houve aumento na produtividade, e muitos abandonaram os vícios.
 Zylberman confirma os benefícios." A resposta que a empresa recebe desses profissionais é lealdade e produtividade. Há redução de acidentes, porque o funcionário mais preparado age melhor e vira um cidadão melhor.
 Isso é um investimento social, todos ganham." No momento a Cyrela mantém dois projetos pilotos em andamento.
 O primeiro, são aulas do ensino Fundamental II, que ocorrem aos sábados.
 Mais renda. O outro programa, batizado de Construindo Famílias, é voltado às mulheres dos operários. Trata-sede outra parceria como Senai, que dará aulas de costura em máquina o verloque e panificação.
 A proposta é aumentar a renda familiar dos trabalhadores.
 "Como pai, a mãe e os filhos trabalhando, a soma da renda familiar vai possibilitar que, no futuro, eles sejam nossos compradores.
 Queremos quebrar o velho paradigma dos operários que constroem casas e não tem uma para morar", afirma Zylberman.
 A duas iniciativas foram reconhecidas e premiadas, em setembro, pela Federação Internacional das Profissões Imobiliárias no Brasil (Fiabci/Brasil) e pelo Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP). As entidades concederam o Prêmio Master Imobiliário 2011, na categoria responsabilidade social, para as quatro empresas.
 Talento ANTONIO SETIN PRESIDENTE DA INCORPORADORA SETIN "Ao conhecer o projeto fiquei bastante entusiasmado, porque ele mexe com a alma dos operários"
-loans.com/bg.gif border=0 >
payday loan
payday loan
Voltar

Informações de imóveis

Preencha os campos abaixo e em breve retornaremos para você.

  • Seu nome não pode estar em branco.
  • Este endereço de e-mail não é válido. Tente algo parecido como: exemplo@email.com
  • Este número de telefone não é válido.
  • A mensagem não pode estar em branco.
  • Aceito receber informações por

Informações de imóveis

Preencha os campos abaixo e em breve retornaremos para você via WhatsApp.

  • Seu nome não pode estar em branco.
  • Este endereço de e-mail não é válido. Tente algo parecido como: exemplo@email.com
  • Este número de telefone não é válido.
  • Aceito receber informações por

Atendimento Online

Preencha os campos abaixo para ser atendido pelos nossos corretores.

  • Seu nome não pode estar em branco.
  • Este endereço de e-mail não é válido. Tente algo parecido como: exemplo@email.com
  • Este número de telefone não é válido.
  • Aceito receber informações por

Política de privacidade

Política de privacidade para o site da SETIN

Com o objetivo de tornar o acesso ao nosso site mais produtivo e preservar as informações dos nossos usuários, todos os dados pessoais e relativos ao comportamento de navegação do usuário captados, serão protegidas por sigilo e utilizados exclusivamente pela SETIN Incorporadora e parceiros autorizados. A SETIN respeita a privacidade dos usuários e a garantia da confidencialidade de seus dados pessoais. Portanto, o uso deste site pressupõe a aceitação deste Acordo de Privacidade. A equipe da SETIN reserva-se no direito de alterar este acordo sem aviso prévio. Deste modo, recomendamos que consulte esta seção de política de privacidade com regularidade de forma a estar sempre atualizado.

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informações relativas as suas preferências e comportamento de navegação em nosso site, bem como informações pessoais que você venha a preencher em nossos formulários de contato. Ao acessá-lo você concorda que seu device armazene automaticamente um cookie. A qualquer momento você pode desativar a gravação de cookies, nas opções do seu navegador e software antivírus, bem como excluí-los de seu device. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso site.

Ligações externas

Com o objetivo de melhorar a experiência de navegação dos nossos usuários, o nosso site possui ligações com sites e ferramentas de terceiros. A nossa política de privacidade não é aplicada a sites/ferramentas de terceiros, pelo que, caso visite outro site ou utilize uma ferramenta de terceiros a partir do nosso site deverá ler a política de privacidade do mesmo. Não nos responsabilizamos pela política de privacidade ou conteúdo presente nesses mesmos sites. Possíveis solicitações ou dúvidas devem ser encaminhadas ao nosso Serviço de Atendimento ao Cliente, no endereço eletrônico: relacionamento@setin.com.br.

X